10 atrações no Parque Nacional da Tijuca – Vista Chinesa

Mirante da Vista Chinesa | Foto: Grazi Calazans

 

Por Grazi Calazans

 

A Vista Chinesa é um ponto turístico pouco divulgado do Rio de Janeiro, mas que igualmente faz parte do Parque Nacional da Tijuca e de onde também se tem uma bela vista da Cidade Maravilhosa. É um mirante em estilo oriental, construído entre 1902 e 1906 em homenagem aos chineses, povo que veio ao Brasil no início do século XIX com o intuito de cultivar chá.

 

Confira as outras atrações no Parque Nacional da Tijuca! 
Entre elas o Lago das Fadas, o Morro do Anhanguera e a Estrada das Paineras.

 

O mirante aqui é em formato de pagode, neste caso com significado de “lugar onde os budistas rezam”, também chamado de estupa, uma casa com teto em forma de pirâmide. O pagode da Vista Chinesa, feito em bambu e cimento, foi projetado por Luís Rey e está localizado estrategicamente em uma clareira na mata, a 380 metros de altitude, de onde se tem uma vista panorâmica incrível da zona sul da cidade.

 

Detalhes em bambu e cimento do pagode| Foto: Grazi Calazans

 

Eu visitei o mirante da melhor forma possível: a pé! Da Praça Afonso Viseu, no Alto da Boa Vista, são cerca de 6km de caminhada, percurso que fiz em aproximadamente 2 horas, parando bastante para apreciar as paisagens e aproveitar outros pontos, como a Mesa do Imperador.

 

Como fui em um dia de semana, o local estava praticamente vazio, mas nos fins de semana de tempo bom costuma ficar bem cheio de turistas e visitantes que disputam o melhor ângulo em busca de boas fotografias.

 

De seu platô avistamos os principais cartões postais do Rio: Cristo Redentor, Baía de Guanabara, Pão de Açúcar, Lagoa Rodrigo de Freitas, as praias de Ipanema e Leblon e o Morro Dois Irmãos. Cada passo da longa caminhada é recompensado, basta um suspiro profundo e alguns instantes contemplando a beleza lá embaixo.

 

Como chegar

 

Há varias formas de chegar ao local; pode ser de carro, táxi, bicicleta ou ônibus. Existe estrada asfaltada, tanto vindo do Jardim Botânico, quanto do Alto da Boa Vista. No Alto da Boa Vista, a estrada se inicia bem próximo à Praça Afonso Viseu, onde se chega com duas linhas de ônibus: 301 (Rodoviária x Alvorada) e 302 (Rodoviária x Recreio), ambas com ponto bem em frente ao Parque, nos dois sentidos. Ou seja, você pode pegar tanto vindo da Zona Oeste (Recreio e Barra da Tijuca, onde fica o terminal Alvorada), quanto vindo da Zona Norte (Rodoviária, passando pelos bairros do Maracanã e Tijuca). Pelo Jardim Botânico, de carro, dá pra pegar a Rua Pacheco Leão e a estrada da Vista Chinesa.

 

Horário de Funcionamento

 

Diariamente das 8h às 17h (até 18h no horário de verão).

 

Visual a partir da Vista Chinesa | Foto: Grazi Calazans

 

Infra-estrutura

 

O setor da Serra da Carioca tem infra-estrutura para os visitantes, entretanto apenas mais próximos ao Corcovado. Nas áreas mais afastadas para o lado do Alto da Boa Vista, e na região da Vista Chinesa, não há lugares para se comprar comida, portanto se você for fazer uma caminhada longa, é interessante levar lanches para desfrutar enquanto contempla a Cidade Maravilhosa.

 

Respeite o meio ambiente!

 

O Parque Nacional da Tijuca é um lugar incrível, que abastace o Rio de Janeiro com suas águas, além de ser o habitat de diversas espécies. É importante respeitarmos o ambiente com atitudes simples como levar o nosso lixo, não arrancarmos espécies da flora, não fazermos atalhos para evitar o risco de erosões e não utililzarmos produtos químicos como sabonetes e xampus, nos banhos de cachoeira. O uso consciente de espaços públicos e naturais ajuda a manter estes espaços sempre especiais para todos nós!