Toronto em todas as estações

Foto: Diego Grandi

 

Por Bruna Cazzolato

 

O Canadá está em festa em 2017, já que, neste ano, comemora 150 anos de sua independência. A maior cidade do Canadá não passa despercebida e merece destaque. Enquanto o mundo sofre com preconceitos e falta de respeito, Toronto mostra que é possível viver em harmonia diante das diferenças, afinal só em seu território são falados mais de 140 idiomas. E este é um dos motivos pelos quais Toronto merece um uma atenção especial na visita ao Canadá.  Por isso, aqui vão dicas para aproveitar o melhor que essa metrópole cosmopolita tem a oferecer em todas as estações do ano. É claro que é possível aproveitar vários lugares em qualquer época, mas alguns deles ficam ainda mais especiais em estações específicas.

 

Primavera

 

Foto: Lord of the Wings© [CC BY-SA 2.0]

 

Um verde diferente do que estamos habituados toma conta da cidade. É o momento em que as plantas voltam a cor depois de uma época preta e branca, então o clima fica perfeito para visitar os parques. O High Park é um dos mais conhecidos por suas cerejeiras, que estão no auge em abril e maio – mas vale a pena checar informações antes de ir, pois a temperatura do ano influencia o florescer.

 

 

Já o Trilium Park, inaugurado em junho de 2017, impacta pela vista clássica da CN Tower e pela proximidade com o lago Ontario. Também é uma ótima época para conhecer a Toronto Island, ilha que fica em frente ao centro de Toront. Para chegar lá basta pegar a balsa no Jack Layton Ferry Terminal e desbravar a ilha como quiser: caminhando ou alugando bicicleta. Durante o percurso uma das vistas mais impressionantes da capital canadense.

 

Verão

Foto: Bruna Cazzolato

 

É o momento de ir para a rua! Aproveite para caminhar bastante e descobrir a cidade a pé.  Não se engane com o verão, já que ele pode ser bem quente. Então a dica aqui é intercalar passeios ao ar livre com algumas paradas em lugares com ar condicionado. Você vai se surpreender com esquinas incríveis, como o caso da E Front Street e Church Street, próximo ao Hockey Hall of Fame, e onde está localizado o prédio Gooderham Building, conhecido também como Flatiron Building.

 

Curiosidade: os prédios chamados de “flatiron buildins” (como o famoso Flatiron Building de NYC) têm esse nome pelo formato lembrar um “flat-iron”, inglês para ferro de passar roupa!

 

Caminhar pela Yonge Street, subindo até a Bloor Street e descendo pela University Avenue também mostrará um pouco desta dinâmica. É na descida da University Avenue, que você visitar a Nathan Phillips Square e a instalação artística com o nome Toronto . Para fãs de baseball, assistir ao jogo do Blue Jays pode ser uma boa opção. Para isso anote essa dica: baixe no seu celular o aplicativo Game Time, que mostra valores de ingressos para os jogos e também outros eventos que acontecem na área cidade. 

 

 

Outono

 

Foto: Diego Grandi

 

Esta é uma das estações mais encantadoras no Canadá, já que as folhas das árvores se mostram em diversos tons quentes, com nuances de vermelhos, amarelos e laranjas. É neste momento que um retorno aos parques valerá a pena e, caso você seja sortudo de visitá-los em duas estações, perceberá a diferença. Não pense que por ser Outono ainda não estará frio, pois neste momento que as baixas temperaturas já começam a mostrar sua força.

 

 

Passeios que alternem momentos ao ar livre e outros em ambientes fechados são ideais para aguentar a temperatura. O St Lawrence Market, a cinco quadras da Union Station, é o local para descobrir produtos locais, mas, como todo mercadão, produtos internacionais também têm seu espaço. Reserve uma tarde no Distillery District e descubra esta interessante área industrial da cidade, onde não dá para deixar de provar os chocolates da Soma Chocolatemaker que não fazem somente o chocolate por lá, mas também um gelato difícil de sair da memória.

 

Inverno

 

Foto: Raphael de Oliveira Gomes

 

Não é à toa que o inverno canadense tem uma fama amedrontadora, ele é realmente intenso. Mas não tem desculpa para não explorar Toronto por causa do frio, basta abraçar a causa e encarar a neve. Este é o momento para desbravar os museus da cidade, por exemplo, o Royal Ontario Museum, um museu de história natural; a Art Gallery of Ontario, a galeria de arte do estado e, o Ripley’s Aquarium of Canada, o famoso aquário de Toronto.

 

As opções não param por aí, e este pode também ser um bom momento para visitar a CN Tower, a famosa torre de Toronto – mas fique atento ao clima e procure subir com o céu aberto para aproveitar a vista ao máximo. Durante o inverno é possível patinar no gelo, a supracitada Nathan Phillips Square, por exemplo, passa a abrigar um rinque de patinação bem movimentado.