Preikestolen: a vista de um fiorde

A vista do Preikestolen – de tirar o fôlego | Foto por Sabrina Levensteinas

A vista do Preikestolen – de tirar o fôlego | Foto por Sabrina Levensteinas

 

Sabrina Levensteinas

Talvez pareça um lugar presente só em nossos sonhos, ou esteja somente em algum filme ou seriado, ou quem sabe tenhamos recebido essa imagem em um arquivo de PowerPoint algum dia. Porém, esse lugar existe, e é possível realizar o sonho de caminhar por ele e apreciar essa deslumbrante paisagem. E sim, vai ser inesquecível!

 

Esse lugar se chama Preikestolen (ou rocha do púlpito), e é uma formação rochosa que fica sobre o fiorde norueguês Lysefjorden, próximo à cidade de Stavanger. O topo, a uma altura de 604 metros e com 25 m2, é quase plano, parece recortado à mão, e causa vertigem nos que chegam perto da borda. O acesso é por uma trilha de 3,8 km de ida, com duração de cerca de 2h.

 

Trilha para o Preikestolen | Foto por Sabrina Levensteinas

Trilha para o Preikestolen | Foto por Sabrina Levensteinas

 

É importante ressaltar que esse passeio só pode ser feito no verão, ou pelo menos a partir de maio. Nos meses de inverno a trilha fica coberta de neve e o terreno fica bastante inseguro. Stavanger tem um aeroporto com voos chegando de diversas cidades não só da Noruega e dos países escandinavos, mas também de outros destinos da Europa. É possível também ir de trem a partir de Oslo.

 

A cidade de Stavanger, no sudoeste da Noruega | Foto por Sabrina Levensteinas

A cidade de Stavanger, no sudoeste da Noruega | Foto por Sabrina Levensteinas

 

Stavanger tem diversas opções de hospedagem e vários restaurantes, bares e lojas. A cidade é cheia de belos exemplos da arquitetura norueguesa, e um passeio pelo centro histórico e pela região do porto é uma das maneiras de conhecer o local. Há alguns museus, como o Museu do Petróleo, e também a famosa praia Solastranden.

 

Mas indo ao que interessa: como chegar no Preikestolen. Primeiro, é preciso pegar uma balsa de Stavanger a Tau. Há muitos horários, mas é interessante ir bem cedo. O site para consulta de horários é esse aqui  e é possível comprar a passagem na hora.

 

Ponto onde param os ônibus e início da trilha para o Preikestolen | Foto por Sabrina Levensteinas

Ponto onde param os ônibus e início da trilha para o Preikestolen | Foto por Sabrina Levensteinas

 

São mais ou menos 40 minutos de travessia de balsa. Bem na saída da balsa, há um ônibus esperando, com horários casados com o horário da balsa, tanto na ida quanto na volta. O ônibus deixa os turistas bem no início da trilha. Informe-se sobre os horários da volta ao deixar o transporte. Não é necessário contratar guia para a trilha.

 

Ela é bem sinalizada, há muitas placas indicando o caminho e algumas setas em forma de T pintadas nas pedras – e você sempre encontra outras pessoas fazendo o passeio. A trilha tem nível médio de dificuldade, portanto, os 3,8 km são percorridos de acordo com o nível de condicionamento do caminhante.

 

Uma das paisagens vistas ao longo da trilha para o Preikestolen | Foto por Sabrina Levensteinas

Uma das paisagens vistas ao longo da trilha para o Preikestolen | Foto por Sabrina Levensteinas

 

A trilha começa suave, mas o grau de dificuldade aumenta por ter trechos com pedras pelo caminho e muitas subidas. Não é necessário ser nenhum especialista em trilhas, mas ter um mínimo de condicionamento e/ou uma grande vontade de conhecer o local já bastam. Porém, o visual do caminho para o Preikestolen já compensa. As paisagens, mirantes, lagoas e flora da região são deslumbrantes.

 

Trilha para o Preikestolen | Foto por Sabrina Levensteinas

Trilha para o Preikestolen | Foto por Sabrina Levensteinas

 

Lembre-se de estar com um bom tênis para caminhada, roupas confortáveis, um casaco para o frio característico do local, alimentos leves e boa quantidade de água. A volta tem mais ou menos o mesmo tempo da ida. Chegando ao topo, o que se vê quase não pode ser descrito em palavras. É excelente para tirar fotos e apreciar por um bom tempo, e a sensação de realização diante da beleza natural é enorme.

 

A vista do Preikestolen | Foto por Sabrina Levensteinas

A vista do Preikestolen | Foto por Sabrina Levensteinas

 

Finalmente, Preikestolen | Foto por Sabrina Levensteinas

Finalmente, Preikestolen | Foto por Sabrina Levensteinas

 

Além do Preikestolen, há outras trilhas na região, mas nem sempre de fácil acesso sem alugar um carro. Por exemplo, o Kjerag, com a famosa Kjeragbolten, uma grande pedra encaixada em uma fenda formada por dois rochedos.

 

Já em Stavanger há alguns passeios de barco bem agradáveis, que circulam por baixo do PreikestolenO barco passa pelos fiordes e também pelas belíssimas cascatas formadas pelo degelo. Mas prepare-se para o frio quando estiver na parte externa do barco. 

 

Embora existam muitos outros passeios, o principal certamente é o Preikestolen, que valeria apenas por si só. A busca por essa trilha também traz a oportunidade de conhecer a agradável cidade de Stavanger e visitar os outros pontos turísticos da cidade nórdica.

 

Passeio de barco pelos fiordes | Foto por Sabrina Levensteinas

Passeio de barco pelos fiordes | Foto por Sabrina Levensteinas



Sabrina Levensteinas

Sabrina Levensteinas, editora, ama artes e viagens no geral e quer descobrir os destinos mais lindos e diferentes do mundo. Gosta de todo tipo de viagem, desde campo até praia, desde cidade até montanha. Mas tem um carinho especial por natureza e belas paisagens. Considera cada viagem um sonho e sabe que todos podem ser realizados.

  1. Grazi Calazans

    Que lugar incrível!!! As fotos estão demais, parabéns! Deu vontade de ir correndo…

    Responder
    • Sabrina

      Muito obrigada, Grazi, fico muito feliz q tenha gostado e se sinta incentivada a ir 😀

      Responder
  2. Jéssica

    Parabéns pelo post, está excelente!
    Você tem mais dicas de trilhas como esta? Estou indo em Setembro mas não consegui achar muitas trilhas a pé para explorar os fiordes, o que tenho visto é mais barco ou trem. Estou na dúvida em quais cidades me hospedar para explorar essa região..
    Desde já obrigada!

    Responder
    • Sabrina Levensteinas

      Olá! Desculpe a demora em responder…
      Na região de Stavanger há muitas trilhas.
      Mas essa é a única que se chega de condução….
      Para as outras é necessário alugar um carro..
      Espero que tenha encontrado os passeios que desejava.
      bjs

      Responder

Comentários

  • (will not be published)

* Comentários mediante moderação