Bravas Viajantes

Avaliado como 5.00 de 5, com baseado em 1 avaliação de cliente
(1 avaliação de cliente)

R$39,90

Título: Bravas Viajantes – histórias de sete mulheres se aventurando sozinhas por sete cantos do mundo

Editora: O Viajante

Autoras: Samantha Chuva, Gabi Raposo, Danieli Haloten, Louise Palma, Gabriella Morena, Priscilla Cassioli de Moraes e Tamy Rosele Penz

ISBN: 978-85-87896-22-3

Número de páginas: 312

Formato: 12,5 x 19,5cm

Acabamento: brochura

1ª edição: março/2018

Preço de capa: R$ 39,90

 
 
 

Descrição

Sete mulheres, cada uma viajando – sozinha – por um canto diferente, compartilham suas histórias. Samantha aventurou-se nas trilhas e cachoeiras da Chapada Diamantina, na Bahia, descobrindo mais sobre si e seu corpo. Gabi foi de ônibus ao ponto mais ao sul do continente americano, na Patagônia argentina, superando medos e inseguranças. Danieli, deficiente visual, embarcou para Nova York a fim de conhecer e treinar seu cãoguia. Louise ansiava por assistir a shows de rock na Alemanha, e para isso viajou de carona e dormiu em sofás de desconhecidos. Gabriella explorou a Tailândia, o Vietnã, o Laos e o Camboja, onde teve encontros memoráveis com outras mulheres. Priscilla fez um intercâmbio na Austrália, encarando trabalhos bizarros para se manter por lá. Tamy demonstrou ser uma verdadeira expedicionária ao ir do Quênia à África do Sul, passando Tanzânia, Zimbábue, Botsuana e Namíbia. E assim, no Brasil, na América do Sul, na América do Norte, na Europa, na Ásia, na Oceania e na África, essas bravas mulheres percebem a força que têm e comprovam onde é o lugar delas: no mundo.

Lançamento O Viajante

O momento não poderia ser mais oportuno para um livro como esse. Cada vez mais se fala de empoderamento feminino, desigualdades de gênero e movimentos feministas. As mulheres, no Brasil e no mundo, estão mostrando que não há limites do que elas podem fazer e até onde elas podem ir. Viajar sozinha, por exemplo, muitas vezes é visto com preconceitos ou descabidas preocupações.

Nesse cenário, a Editora O Viajante tem o prazer de lançar o livro Bravas Viajantes, que celebra sete mulheres que se aventuraram sozinhas por sete cantos do mundo, em sete histórias que devem incentivar outras mulheres (e homens também) a fazer o mesmo. A obra – editada pelo autor de guias de viagem Zizo Asnis e com prefácio da apresentadora de TV Didi Wagner – será lançada no dia 8 de março, não coincidência, Dia Internacional da Mulher.

Sobre as autoras

Samantha Chuva, 27 anos, jornalista, mineira, mora em São Paulo. Gabi Raposo, 31 anos, jornalista fluminense, hoje mora na França. Danieli Haloten, 37 anos, jornalista e atriz, paranaense, mora em Curitiba; tornou-se a primeira atriz cega do mundo a atuar em uma novela, Caras & Bocas, da Globo. Louise Palma, 31 anos, jornalista, carioca, hoje mora em Portugal e já foi apresentadora web do canal Multishow. Gabriella Morena, 34 anos, psicóloga, fluminense, morou 26 anos em Minas e hoje vive no Rio. Priscilla Cassioli de Moraes, 33 anos, funcionária pública, paulista, mora em Itanhaém, litoral sul de São Paulo. Tamy Rosele Penz, 35 anos, publicitária, gaúcha, mora em São Paulo.

Assuntos abordados no livro

• Viajar sozinha sendo mulher

• Aprender a desfrutar da própria companhia

• Machismo, padrões de gênero, preconceitos com mulheres viajantes

• Apreensões e julgamentos de família e amigos

• Encontrar outras mulheres pelo caminho (viajantes ou nativas)

• Descobrir outros modos de viver e diversas formas de “ser mulher”

• Literatura de viagem – desta vez sob a ótica feminina

Eventos de lançamento

São Paulo

Lançamento: 8/3, no Baderna Bar (Pinheiros), às 19h

Palestra e bate-papo: 9/3, na Livraria da Vila (Vila Madalena), às 19h

Rio de Janeiro

Lançamento: 12/3, no Espaço Oito e Meio (Flamengo), às 19h

Palestra e bate-papo: 13/3, na Livraria da Travessa (Botafogo), às 19h

Porto Alegre

Lançamento e palestra: 14/3, na Livraria Cultura, às 19h30

 


 

Outros livros que você pode gostar:

 

 
 
 

1 avaliação para Bravas Viajantes

  1. Avaliação 5 de 5

    Uma avaliação antes da estréia de tal obra, como pode!?

    Com toda licença, humildade e respeito, invado tal espaço – perdão! – Mas vocês todos ( e elas, claro ) merecem!

    Sou marido de uma das co-autoras, acompanhei diariamente a tamanha dedicação ao escrever, lembrar, re-vivenciar momentos, paisagens, pessoas, lugares, coisas lindas e coisas feias, descritos com amor a dividir, á contar a bravura de corajosamente ( muito, mas muito mais do que muitos homens que conheço, acho que inclusive eu… rsrs ), ir, partir, conhecer, ver o novo, os medos, ir para outro continente, outra íngua, outra cultura, outras pessoas, sem sua família, amigos, companheiros… sem ninguém, mas leva consigo a melhor companhia do mundo, elas mesmo! As Bravas Viajantes!

    Acompanhei apenas um capitulo, obviamente, o da minha esposa, mas digo e recomendo, não por ser minha companheira, mulher que mais amo no mundo, minha princesa e agora, escritora. Mas pela coragem de seus atos. Vi, tentei entender as dificuldades e as coisas boas, felizes de todas vocês, gostaria, quero parabenizar vossas companheiras de bravuras, de coragem, seja como ou porque, apenas indo, viver o novo, o diferente, sendo verdadeiramente, a deusa plena, descobrindo o mundo, levando vocês como são no seu mais íntimo, enfrentando situações de todos os tipos e jeitos nestes contos de viagens, que realmente viveram. As co-autoras, parabéns pelas bravuras e superações, ao Zizo e Editora ( revisora, arte finalista, diagramador, o pessoal do marketing, impressores, comercial, enfim, os que fizera acontecer tal obra, maravilhosa, para que você que tem, ou não, coragem para tal feitos.

    Sem julgamentos, tenham o prazer, nutrindo os sentimentos e momentos de cada uma, as dificuldades e vitórias, realmente, bravas viajantes!

    A todos, parabéns. Nota 10!

    Autor: Marido de uma dessas bravas viajantes.

Adicionar uma avaliação

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *