Parque Nacional de Banff: aventuras de inverno no Canadá

Cidade de Banff | Foto por Livia Auler

Cidade de Banff | Foto por Lívia Auler

 

Por Lívia Auler

As Montanhas Rochosas, mais conhecidas pelo nome em inglês Rocky Mountains, ou apenas Rockies, consistem em uma cordilheira que segue por mais de 4.800 quilômetros, compreendendo a região oeste do Canadá e dos Estados Unidos. Para contemplar as maravilhas que a natureza local oferece, existem Parques Nacionais em diversas localidades. Aqui, as informações serão especificamente sobre o Parque Nacional de Banff, no estado de Alberta, Canadá.

 

Banff é uma cidade linda e aconchegante que fica dentro do Parque Nacional e é o ponto de partida para diversos tours e aventuras que a região oferece. É uma cidade pequena e turística, então, logo ao chegar, é possível achar várias agências para programar os passeios. Eu fiz o pacote com a Discover Banff Tours, a qual recomendo.

 

É importante destacar que os passeios que indico foram feitos no inverno, no auge da neve. Durante a primavera e verão, as atividades e, especialmente, as paisagens são completamente diferentes (é até interessante ver fotos na internet, para ver a impressionante diferença, por exemplo, do Lake Louise).

 

Lake Louise

Lake Louise | Foto por Lívia Auler

Lake Louise | Foto por Lívia Auler

 

É um grande lago entre enormes montanhas e, quando não tem neve, a água é incrivelmente verde. Como fui no inverno, a única coisa que pude ver foi uma paisagem imensamente branca, com apenas alguns pontos pretos/coloridos (que eram as árvores ou pessoas). O que não deixa de ser uma paisagem interessante. O local oferece, além de um resort, diversas atividades como: ski, sleigh rides (carruagem puxada por cavalos), snowshoeing e dog sledding (falo sobre a experiência do dog sledding em outro post aqui).

 

Marble Canyon

Marble Canyon | Foto por Lívia Auler

Marble Canyon | Foto por Lívia Auler

 

Fazer snowshoeing, que é uma caminhada na neve com um “calçado” especial, na paisagem exótica do Marble Canyon, foi uma ótima experiência. Estava tudo coberto de neve mas havia boa visibilidade e temperatura agradável. Um passeio recomendado para quem quer vivenciar uma forma diferente de caminhada na neve e, ainda, apreciar uma excêntrica paisagem.

 

Johnston Canyon

Johnston | Foto por Lívia Auler

Johnston Canyon | Foto por Lívia Auler

 

Este é outro cânion belíssimo que vale a pena ser visitado. Durante a caminhada, que dura aproximadamente duas horas, é possível ver diversas cachoeiras congeladas (que são mágicas!). Enfim, é um contato com a natureza de uma forma bem diferente do que nós, que moramos no Brasil, estamos acostumados a vivenciar. Também é possível fazer uma caminhada noturna (mas é um passeio diferente, com outro custo).

 

Snowmobile

Snowmobile | Foto por Lívia Auler

Snowmobile | Foto por Lívia Auler

 

As famosas “motos de neve” são uma grande pedida para os aventureiros de plantão. A trilha da chamada Paradise Basin consiste em subir e descer aproximadamente 400 metros de uma montanha. Segundo a agência, é uma pista de nível médio; mas depois de ter feito, sugiro: para a primeira vez, o melhor é escolher a pista mais fácil.

 

Acredito que para inexperientes, como era meu caso, é um tanto assustador no início (especialmente quando tu estás dirigindo sozinha, sem o passageiro de trás, e tem pouco peso). Além disso, pode ser perigoso — é preciso pagar um seguro para fazer o passeio, caso aconteça algum acidente.

 

Portanto, recomendo o snowmobile apenas para quem gosta daquele “friozinho na barriga” e esteja disposto a se arriscar um pouquinho. Mas, o que posso garantir, é que a adrenalina fica a mil e a sensação vale a pena! Dica: a empresa que faz o snowmobile é a Toby Creek Adventures. Como é um passeio caro, talvez se for marcado diretamente com eles o preço pode melhorar.

 

Como chegar a Banff

Trem: É considerado um passeio belíssimo e uma experiência incrível, especialmente por causa da paisagem. Porém, o preço é bastante alto e os horários (principalmente no inverno) bastante limitados. As principais empresas que atuam na área são: Via Rail e Rocky Mountaineer.

 

Carro: Alugar um carro é, provavelmente, uma ótima opção para a primavera e o verão, pois é possível contemplar a paisagem com mais calma e ir parar onde quiser. Mas, no inverno, não é uma opção muito recomendável; principalmente para quem não é acostumado a dirigir na neve.

 

Ônibus: A opção mais barata, porém não a mais confortável. De Vancouver a Banff são aproximadamente 13h de viagem. A principal empresa de ônibus é a Greyhound, que, comprando antecipadamente a passagem, custa entre 100 e 150 dólares canadenses. Também existem as excursões de ônibus (geralmente com o pacote de passeios e estadia fechados); algumas empresas que fazem este tipo de passeio são: Brewster e Discover Canada Tours.

 

Avião: A melhor opção para quem quer chegar nas Rockies o quanto antes. É preciso pegar um voo até o aeroporto de Calgary (Vancouver a Calgary é 1h30min de viagem) e, para chegar até Banff, pegar mais um shuttle (em 2013, o valor era 59 dólares canadenses) que dura aproximadamente 2h. A Air Canada é uma ótima opção, mas existe também a possibilidade de ir com a Westjet.