PÁGINAS  < 1  ⁄  2  ⁄  3 >

Isla de Coche Venezuela
A única coisa que presta próximo de Margarita.
Só que não comprem esse passeio para Isla de coche com tudo incluído é uma roubada.
Te colocam em um iate velho com cara gritando se achando que e cantor com o som naquelas alturas meu ouvido quase pra estourar. Sai 11:00 volta as 16:00, pouco tempo na praia já que a ida e a vinda é mais de uma hora.
Te apanham pra levar pra almoçar em um restaurante em um ônibus pau-de-arara, comida escrota.
Enfim vendem um passeio com preço 5 estrelas mas com características de passeio de gente de periferia.
Amorim
02.02.2014 



Fuja da Venezuela como o Diabo foge da cruz - 2
Vendo os relatos aqui me animei a escrever sobre o que passei em Caracas.

Há cerca de 3 anos atrás fui a Cuba para conhecer um país socialista. Filmei e fotografei bastante, pois tudo o que corria diante dos meus olhos era novidade.
A viagem foi de grande proveito cultural. Pois bem, o problema é que fiz uma parada em Caracas e tive que dormir na cidade.
No próprio aeroporto, me ofereceram trocar dólares e táxi. Prontamente recusei mas, já sendo observado, um dos bandidos me seguiu e me convenceu a embarcar em um carro "mais barato" que me levaria à cidade. (cansei de compartilhar carro em toda a América do Sul)
Logo em seguida entraram mais 2 homens no carro. Um deles supostamente era turista que iria para uma embaixada em Caracas. No meio do trajeto esse "turista" começou a falar espanhol e aí veio a frase em mente: "Perdeu, playboy". Eles vão me roubar, pensei. Não deu outra: começaram a me golpear, dizer que eu conhecia um traficante procurado, colocaram uma substância branca em meus pertences e me pediram dólares! Como eu não tinha, começaram a tomar minhas coisas e ameaçar-me de morte. Foi terrível e deprimente. Já visitei toda a América do Sul, Europa e Ásia e Pólo Norte, tendo passado por 24 países, NUNCA tendo sido assaltado, quem dirá sequestrado.
Minha dor maior foi perder todas as lembranças em forma de fotos e vídeos de Cuba.
Não recomendo a ninguém.
O Aeroporto é o "inferno na terra": Ficam o tempo todo te seguindo e querendo dinheiro, sem que a polícia tome qualquer providência.
junior
contato@mackvideo.com.br
31.03.2013 



Descobrindo a America de Carro
O país mais corrupto da America, e quem não acredita vá lá. Tentaram me multar em Ciudad Guayana porque parei para pedir informação para os guardas de trânsito, estava querendo ir shoping Orinoco, uma porcaria, não tem nada.

Para nós sairmos da Venezuela fomos extorquidos em 180.000 bolivares, tivemos que comprar selos em San Cristobal.

Não tem nada, alias só tem fotos do Chaves em todos os cantos, sujeira, pobreza, e um povo que não gosta de turista.
Morona de Criciuma
moronavaldir@yahoo.com.br
16.02.2013 



Pensando em ir para a Venezuela, DESISTA !!!!!
Em março de 2012, tive a infeliz idéia de conhecer o país vizinho, troquei até de carro para fazer essa viagem. Inicialmente, gastamos quase 5 horas para conseguir os documentos necessários para entrar no país, a impressora do Seniat estava quebrada, com isso perdemos um dia de viagem. No dia seguinte, seguimos nossa viagem em direção a Margarita. Após 2 dias viajando, chegamos a Margarita. Nossa que decepção !!!! Assim como em toda a Venezuela, o lugar é horrível, éramos mal tratados a todo instante. Não vi nada de bonito, apenas muita sujeira, desorganização e falta de educação. Comida e bebida horríves. Hospedagem cara e ruim. Após três dias de estadia em Margarita, decidimos vir embora, pareciamos que estavámos voltando para o céu. Mas antes de chegar ao Brasil, ainda deixamos 500 bolivares para policiais corruptos de El tigre, pois é, eles devem ter filhos e família também para sustentar, por isso roubam todos os brasileiros que passam por ali. Por outro lado, deve ser muito revoltante morar e viver na Venezuela, imagine em El Tigre ! Que tristeza! Uma dúvida, será que eles ainda recebem salário para roubarem nós brasileiros ? Ou vivem só de propina ? Acho que se tivessemos sido roubados por assaltantes não fardados, teria sido menos constragedor. Continuamos viagem, a medida que nossa terrinha se aproximava, a alegria aumentava. Enfim, depois de um dia e meio na estrada, chegamos no Brasil. E Adeus Venezuela e até NUNCA MAIS !!!!! Se quiserem conhecer praias realmente bonitas e serem bem atendidos é melhor ir para o Nordeste.
Marcelo
19.07.2012 



Fuja da Venezuela, como o diabo foge da cruz!
Amigos, desde 2002, imediatamenté após minhas viagens, deixo dicas neste site, aliás, me sinto obrigado a isto porque oviajante é de grande ajuda! Jamais imaginei que frases lidas aqui sobre a Venezuela eram verdadeiras. Fui a este decadente país neste feriado de 15.11 e repito o que disseram: a Venezuela é um chiqueiro exposto e definitivamente deixem este país para os venezuelanos!
Na chegada, você começa a ser mau tratado, filas imensas e demora para passar na imigração, com fotos de Chaves espalhadas por todo aeroporto de Marquetía; o aeroporto é extremamente péssimo em sinalização, preste muita atenção para não parar em lugares errados; não pergunte nada no aeroporto aos soldados venezuelanos, eles são trogloditas, pedem passaporte, fazerm interrogatórios. Nem sequer olhe para eles, do contrário vai cair na malha fina; não pergunte nada para os funcionários de branco, eles são um bando de golpistas, loucos para "cambiar" dólares e colocá-lo numa furada. Faça suas perguntas aos funcionários da companhia aérea, se tiver a sorte de encontrá-los. Nunca vi um povo tão carrancudo como o venezuelano. Do aeroporto aos serviços mais simples, eles trataram mau. E todos brasileiros que encontrei disseram o mesmo. Conhecidência não é...
Jamais troque seus dólares por bolívares nas casas de câmbio. Eles oferecem apenas 4.30, ao passo que no câmbio ilegal é 7.5. No barbadas, estou dando dicas a respeito; A saída do terminal internacional para o nacional é grotesca, sobretudo se chegar no vôo da TAM de madrugada, siga pelo imenso corredor ereto e não dê trela para quem lhe oferecer ajuda para chegar ao terminal nacional. É só seguir atéo final.

Isla Margarita é uma roubada: praias feias, nada de verde caribenho no mar, tudo caro e lotado. A praia El Yake não tem nada de interessante. Esqueça Isla Margarita, gaste mais e vá para Los Roques; para ir do aeroporto de Margarita a qualquer praia, não pague mais que 60 bls! Os taxistas sempre vão tentar cobrar mais, cuidado! O aeroporto de POrlamar-Marguerita é outra maravilha: no setor de informações turísticas nem placas sinalizando têm.

Esqueça Caracas: o bendito teleférico do Ávila com qualquer nebulosidade não se vê nada, é sem graça, parece passeio para avós e netos. Não gaste seu dinheiro com isto. A cidade é feia, sem nenhum atrativo, come-se mau e gasta-se muito; não me senti tão ameaçado a assaltos, mas a cidade é horrível. Fuja de Caracas!
Na volta os solados te revistam, fazerm interrogatórios e se você estiver usando boné é aí que vão desconfiar e abrir sua mala. Seja firme ao respondê-los!

A taxa na volta já está na passagem (diferentemente do que se informa na TAM). Não pague esta taxa, basta ir ao guichê das taxas e pedir o comprovante. Não aceite ajuda do funcionários de branco querendo preencher seu formulário de imigração de saída, eles vão querer "propina" por isto, além de aplicarem o golpe de dizer que foram pagar sua taxa, te trazem o comprovante e te pedem "o valor pago". O melhor no aeroporto é não pedir ajuda!
VENEZUELA, NUNCA MAIS. FOI A MAIOR FRUSTRAÇÃO EM VIAGENS!
ricardo_machado_silva@yahoo.com.br Podem me escrever.
Ricardo Machado da Silva
16.11.2010 



Voo Isla Marguerita - Los Roques
Se quiser viajar para Los Roques da Isla Marguerita planeje com antecedência. São poucos voos, em poucos dias, os horários nunca são divulgados abertamente pois estão em constante mudança. Ademais, como os aviões são pequenos, costumam lotar rapidamente. Se for seu objetivo ir a Los Roques partindo da Isla Margarita, seja organizado e planeje com antecedência para não ter problemas.
André Saab
asaab007@yahoo.com.br
21.04.2010 



Cuidado com a Guarda Bolivariana!
Tudo que você ouvir de ruim sobre a famigerada guarda bolivariana da Venezuela é verdade! Tive uma experiência horrível ao solicitar uma simples informação no aeroporto de Caracas. Minhas malas e da minha esposa foram revistadas, fomos interrogados, tivemos que mostrar documentos, assinamos livros e documentos, sempre de maneira agressiva e truculenta, realmente tratados como suspeitos de tráfico de drogas, quando estávamos apenas de passagem em Lua de Mel... E no final nem deram a informação que a gente queria. Um belo exemplo do clima e do tratamento em tempos de ditadura na Venezuela.
André Saab
asaab007@yahoo.com.br
21.04.2010 



Deixa a Venezuela para o venezuelanos
Voltei da Venezuela dia 21/09/09 e confesso que fiquei tão frustado com a maneira com que eles tratam os turistas que sinto a necessidade de alertá-los. Deixe-a para os venezuelanos. Que façam uso dela da melhor maneira. O nosso Brasil dá de 10 a 0. Hospedei-me na Pousada Yagrumo (fuja dela!). Não tem água, a descarga está quebrada e se encontram baratas por todos os lugares. A cozinha é desesperadora. Tem que pedir permissão às baratas se queiser comer ou fazer algo.
Alerto também quanto aos assaltos. Não pare em Caracas. Ela é perigosa. Mesmo a caminho de Mérida um carro tentou parar o ônibus para nos assaltar.
Sanson
msanson@bfbr.com.br
26.09.2009 



Golpes da multa e do ferry
Amigos viajantes, viajo à Venezuela há mais de 13 anos. Acho um país muito bonito e fiz bons amigos, porém o que vou relatar é o absurdo que vem acontecendo e que tem aumentado muito, um desrespeito ao turistas brasileiros que saem de Manaus, em férias, de carro, para diversas partes da Venezuela. O fato: policiais venezuelanos estão extorquindo os turistas brasileiros quando passam nos pontos de controle, principalmente desde El Tigre, Anaco, Barcelona e Puerto la Cruz. Geralmente, param os carros dos brasileiros e dizem que o mesmo cometeu alguma infração, tais como: avançou sinal vermelho, ultrapassou em lugar proibido, não estava usando cinto e por vai, sempre inventam algo para pressionar você, dizendo que seu carro vai ficar detido por dias até vc pagar a multa por eles imposta. Te dão um chá de espera, e depois te dizem que vc pode pagar a forjada multa ali mesmo, claro. Os policiais venezuelanos fazem o teatro de guarda bom e mau, vai aparecer o policial bonzinho que vai cobrar a metade do valor da suposta multa, que sempre está por volta de 600 bolívares. Se vc se recusa a pagar ou diz que pagará no banco, o que deixa eles furiosos, se prepare para o chá de espera. Agora, veja bem, isto pode acontecer em vários postos de controle. Se vc está em comboio, eles anotam as placas e vão passando para os demais que estão à frente, de forma que serão molestados, revistados, até que todos paguem a maldita propina. O que fazer? Infelizmente estamos à mercê destes policiais corruptos. E a tristeza maior é que esta prática de quem vai a Margarita ter que pagar propina alta para passar no ferry com o carro, o que fica de 300 a 500 bolívares por carro, isto porque nunca haverá vaga, pura vergonha, como combater isto? E, sinceramente, creio que deve piorar.
Raimundo
rsilvao_88@hotmail.com
17.07.2009 



Lixo
Venezuela: eu e minha esposa fomos à Venezuela e Colômbia (que eu já conhecia), e pretendíamos passar cerca de 8 dias em cada país. Suportamos - literalmente - 4 dias na Venezuela, essa imensa lixeira que cheira a camarão podre. O povo coleta o lixo em sacos de supermercado e simplesmente os descarta à margem das rodovias e em seus quintais. Milhares de sacos de lixo "enfeitam" centenas de outdoors do demagogo e caricato Chaves. O povaréu é feio e mal encarado, e a polícia de fronteira é altamente corrupta, ignorante e prepotente.
Come-se e dorme-se mal e caro, e nenhum produto deles merece, sequer, ser trazido como souvenir. Fuja da Venezuela, principalmente de Caracas e seus monturos de seis, oito metros de altura, coletados e expostos dias ao calor. Maracaibo tem uma praça grande e linda, e só.
Vá para o Chile ou Colômbia.
Tadeu
tadeu@cleanline.com.br
21.05.2009 


PÁGINAS  < 1  ⁄  2  ⁄  3 >

As dicas e comentários postados aqui no site O Viajante são de autoria e inteira responsabilidade dos viajantes que as enviam. A publicação no site não exprime a opinião ou concordância dos editores; O Viajante apenas cede o espaço aos internautas. Críticas e comentários de insatisfação podem ser publicados - assim como réplicas -, já xingamentos, ofensas e textos de natureza preconceituosa, não.

©1999-2014 Trilhos e Montanhas Com. Mkt. e Int. Ltda - Todos os Direitos reservados
Fale com a Gente / Cadastre-se / Participe / Anuncie no O Viajante


por:
Monge Web + Design