Escócia decide permanecer no Reino Unido

Foto por stuart anthony

 

Os escoceses foram às urnas ontem para decidir pela eventual independência do Reino Unido. A disputa foi acirrada, mas 55% dos votos à pergunta “A Escócia deve ser um país independente?”, foram para o “não”. O “sim” foi maioria em três das seis regiões da Escócia, com destaque para Glasgow, maior área administrativa do país e terceira maior cidade da Grã-Bretanha.

 

Cerca de 3,5 milhões de escoceses compareceram às urnas – 85% da população apta para votar -, participação recorde desde 1928, quando as mulheres conquistaram o direito ao voto. Encerrado o referendo, o primeiro-ministro, David Cameron, deve cumprir a promessa de dar mais poderes à Escócia, com medidas como maior autonomia financeira e política para o país.

 

Saiba mais:

Folha de São Paulo
BBC Brasil