7 incríveis e exóticos festivais pelo mundo

Alguns festivais existem porque foram criados pensando no retorno financeiro que o evento traria para a região, outros surgiram de forma espontânea por motivos extremamente singulares e autênticos, enquanto alguns têm cunho religioso ou estão baseados em costumes tradicionais do país. Independente do motivo, participar de um festival pode ser uma maneira divertida de conhecer a cultura local e de fazer amizade com pessoas de todos os lugares possíveis. Confira alguns incríveis e exóticos festivais que acontecem no mundo e que você pode participar:

 

Dîner en Blanc

 

Dîner en Blanc em frente ao Museu do Louvre, edição de 2013 | Foto por ParisSharing via Wikimedia Commons

Dîner en Blanc em frente ao Museu do Louvre, edição de 2013 | Foto por ParisSharing via Wikimedia Commons

 

Milhares de pessoas vestidas de branco se reunindo em espaços públicos tradicionais de Paris para grandes jantares. Se a ideia básica do Dîner en Blanc (jantar de branco, em francês) já parece legal, conhecendo os detalhes você se dá conta de que é ainda melhor. O evento surgiu em 1988 a partir de uma ideia simples: quando um antigo morador retornou à cidade, marcou um jantar de reencontro com os amigos em um parque e, para facilitar a identificação, pediu que todos fossem de branco. Nessa primeira edição compareceram cerca de 200 pessoas.

 

Passados mais de 20 anos, o Dîner en Blanc é um eventro tradicional do mês de junho na agenda parisiense, só que agora com a participação de até 15 mil pessoas. No entanto, para participar do evento é preciso conhecer alguém que já faça parte do grupo, visto que o local do grande jantar é mantido em segredo e divulgado somente algumas horas antes. É importante também vestir elegantes roupas brancas, levar mesas de armar e utensílios descartáveis. Devido ao grande sucesso da ideia, o Dîner en Blanc já ganhou edições nos quatro cantos do mundo — incluindo Sydney, Hong Kong, Londres e Nova York.

 

Holi

 

Holi Festival nos Estados Unidos | Foto por Steven Garner

Holi Festival nos Estados Unidos | Foto por Steven Garner

 

Milhares de pessoas se jogando tinta, de muitas, muitas cores, pode provocar uma sensação de alegria indescritível. Conhecido também como Festival das Cores ou Festival do Amor, o Holi acontece entre fevereiro e março, início da primavera no Hemisfério Norte. Baseado em um antigo costume hindu, é bastante popular no sul da Ásia, especialmente na Índia, onde ocorrem as edições mais tradicionais. Independente da cultura religiosa, o impacto e a alegria causado pela mistura de cores já ganhou o mundo e hoje acontecem edições em diversos países. Se viajar até a Índia ainda é difícil, é possível curtir alguma das edições que acontecem esse ano… no Brasil!

 

Burning Man

 

A imensa estrutura do acampamento montado em meio ao deserto | Foto por Kyle Harmon via Wikimedia Commons

A imensa estrutura do acampamento montado em meio ao deserto | Foto por Kyle Harmon via Wikimedia Commons

 

O Deserto de Black Rock, em Nevada, nos Estados Unidos, ganha vida todo ano entre agosto e setembro, na semana em que acontece o Burning Man, o festival da contracultura. Uma estrutura gigantesca é montada no meio do deserto, embora cada um deva trazer e levar de volta tudo aquilo que for preciso usar durante esses dias. Na parte central do acampamento é montado uma estátua de 15m de altura do burning man, que é queimada no último dia.

 

Diversidade é a palavra-chave do evento. No Burning Man cada um é incentivado a se expressar e aproveitar da forma que quiser. Quem já participou de alguma edição do festival afirma ser uma experiência única, muito diferente de qualquer outra coisa que já tenha vivenciado. A edição de 2014 recém aconteceu e aqui você pode conferir fotos incríveis do festival.

 

Nakizumo

 

em Tóquio | Foto por lensonjapan

Nakizumo em Tóquio | Foto por lensonjapan

 

Lutadores de sumô e bebês parecem uma combinação estranha? Os japoneses provavelmente não concordam, já que há mais de 400 anos promovem um festival com essa exata combinação. O Nakizumo, conhecido também como Konaki Sumo, trata-se basicamente de uma competição entre lutadores de sumô segurando bebês para ver qual deles chora primeiro.

 

Pode soar estranho, mas os japoneses acreditam que o choro faz bem aos pequenos, tornando-os mais saudáveis. Às vezes o tiro sai pela culatra e, em vez de chorar, os bebês acabam rindo. Quando isso acontece, os lutadores de sumô usam máscaras ferozes que tendem a acabar com os risos.  Só para ter uma ideia, a edição mais recente, realizada em abril em Tóquio, contou com a participação de mais de 100 bebês.

 

Monkey Buffet Festival

 

Macaco faz a festa comendo melancia | Foto por Chris Gusen

Macaco faz a festa comendo melancia | Foto por Chris Gusen

 

Lopburi, na Tailândia, encontrou uma maneira de atrair turistas ao realizar, desde 1989, o Monkey Buffet Festival, cujos protagonistas são os mais de 3 mil macacos que vivem na região. Uma quantidade exorbitante de comida – incluindo frutas, legumes e doces – é deixada em frente ao templo de Phra Prang Sam Yot para atrair os animais. Todas a programação do festival é relacionada aos macacos – além da comida, há música e dança com pessoas vestidas de macaco, venda de esculturas de macacos e tudo mais que você puder imaginar. O festival acontece sempre em novembro e é de graça.

 

Snow & Ice Festival

 

Construções gigantescas feitas em gelo | Foto por Rincewind42

Construções gigantescas feitas em gelo | Foto por Rincewind42

 

Imagine imensas torres, igrejas, labirintos e pontes construídas em… gelo! Tudo isso e mais um pouco acontece anualmente entre janeiro e fevereiro no Snow & Ice Festival, festival que acontece desde 1963 em Harbin, na China. Não é incomum que, durante o inverno, as temperaturas cheguem a -35º C, já que a cidade está a apenas 450 km da Sibéria. Com temperaturas tão congelantes assim, é provável que Harbin não recebesse tantos turistas durante o inverno, não fosse o encanto provocado pelas esculturas feitas com as águas do rio Songhua. 

 

La Tomatina

 

Muito, muito tomate | Foto por flydime via Wikimedia Commons

Muito, muito tomate | Foto por flydime via Wikimedia Commons

 

Atirar tomates pode ser extremamente divertido, pelo menos é o que certamente acreditam os participantes do La Tomatina, um dos festivais de “guerra de comida” mais famosos do mundo. O evento acontece na cidade de Buñol, na Espanha, na última quarta-feira de agosto. Existem várias versões sobre o que exatamente originou o hábito; a mais aceita afirma que tudo começou em agosto de 1945, durante um desfile que acabou em uma briga entre adolescentes e, claro, em arremesso de tomates. O festival já é tão famoso que ganhou versões em outros países, como Estados Unidos e Índia. Mas não pense que não existem regras  só é permitido atirar tomates esmagados e o festival dura exatamente 13h.