66 histórias de uma volta ao mundo: Estados Unidos

Parque Nacional do Grand Canyon, no Arizona

Parque Nacional do Grand Canyon, no Arizona

 

Por Nara Alves

 

Iniciamos nossa volta ao mundo por Miami porque, entre outros motivos, era a passagem aérea mais barata para os Estados Unidos. Nesta cidade, alugamos um carro por recomendação de amigos, e fomos até Orlando. O aluguel do carro foi um grande erro porque em 3 dias já estávamos com nosso orçamento estourado.

 

Com isso, para seguirmos até Nova Orleans, optamos por pegar um ônibus rodoviário que custou 10% da diária do carro. A viagem rodoviária foi barata, mas péssima. Ficamos a madrugada toda acordados, espremidos e irritados. Compramos, então, uma passagem de trem que nos dava direito a 8 trechos durante 15 dias num preço razoável.

 

Utilizamos esta passagem de trem para passar por Filadélfia, Nova York e Chicago. De lá, cruzamos de trem para a costa oeste, paralelamente à famosa Rota 66, parando no Grand Canyon, terminando em Los Angeles. Foi incrível. De Los Angeles, voamos para o Havaí, onde nos viramos pedindo carona.

 

Dica de viagem

Janelas panorâmicas nos trens da Amtrak

Janelas panorâmicas nos trens da Amtrak

 

É possível cruzar os Estados Unidos de ponta a ponta utilizando os pacotes de passagens de trem da Amtrak. Os vagões possuem janelas panorâmicas e é possível andar pelos corredores, comer uma pizza no vagão-restaurante, batendo papo com desconhecidos.

 

Raio X

Mergulho em Hanauma Bay, no Havaí

Mergulho em Hanauma Bay, no Havaí

 

Tempo no país: 37 dias

Locais visitados: Miami, Orlando, Nova Orleans, Filadélfia, Nova York, Chicago, Grand Canyon, Los Angeles, Long Beach, Santa Monica, San Diego, Havaí (Honolulu, Waikiki, Hilo e Volcano) e Guam (na Micronésia).

Visto necessário? Sim

Gasto com visto: 170 dólares por pessoa

Transporte aéreo:

SP–Miami – 825 dólares

Los Angeles–Honolulu – 350 dólares

Honolulu–Hilo–Honolulu – 250 dólares

Total transporte aéreo: 1.425 dólares por pessoa

Transporte terrestre longa distância:

Locação de carro (3 diárias) – 590 dólares

Ônibus interestadual – 196 dólares

Trem interestadual (15 dias) – 500 dólares

Total transporte terrestre: 1.286 dólares por pessoa

Transporte local: 185 dólares por pessoa

Hospedagem: 892 dólares por pessoa

Alimentação: 647,50 dólares por pessoa

Lazer: 375,50 dólares por pessoa

Total por pessoa nos EUA (com passagem aérea): 4.981 dólares (134,62 dólares/dia)

Total por pessoa nos EUA (sem passagem aérea): 3.556 dólares (96,10 dólares/dia)

 

Trecho do livro “66 histórias de uma volta ao mundo”

Eu sei que é brochante ler que iniciamos nosso mochilão de volta ao mundo, uma viagem essencialmente selvagem e alternativa, no destino mais batido da família classe-média-sofre brasileira: a Disney World. Paciência. A viagem é nossa e você tem que aceitar este fato. 

 

Antes de contar como terminou nossa estreia mundial, quero fazer uma confissão: eu e o Bernardo sabemos de cor todas as músicas da Disney. Sim, é verdade. No primeiro dia da nossa viagem, nós cantamos, dançamos, fomos a todas as atrações infantis sob o sol escaldante do verão em Orlando. Cumprimos bem contentes o nosso dever como turistas brasileiros na Flórida. Foi nossa primeira (e provavelmente última) vez no planeta da felicidade.

 

Doze horas depois da nossa chegada no lugar mais mágico da Terra, eu tive uma overdose de princesas, castelos, montanhas-russas. Tudo aqui é “o mais disso”, “o melhor daquilo”, “a coisa espetacular”, “a maior”, “o mais bonito”. 

 

Próximo país: Japão

 


capapng_9788587896216_____66-historias-de-uma-volta-ao-mundo_editora-o-viajante

Quem largaria um belo emprego na TV para sair pelo mundo experimentando as mais diversas culturas? Nara Alves. Acompanhada de seu namorado, Bernardo, entre 2014 e 2015 a moça se aventurou por 22 países da América do Norte, da Ásia, da Oceania, do Oriente Médio e da Europa.

 

Saiba mais: 66 histórias de uma volta ao mundo