3 lugares para relembrar J. Lennon

John Lennon em Nova York

Foto por Bob Gruen

 

Se estivesse vivo, John Lennon, cantor e compositor dos Beatles, completaria 75 anos hoje. Nascido em 9 de outubro de 1940, o inglês de Liverpool foi líder da banda mais famosa de todos os tempos e, embora tenha vivido apenas 40 anos, seu legado continua a ser aclamado no mundo inteiro.

 

Confira aqui três lugares profundamente ligados à história do ex-Beatle.

 

Casa da infância de John Lennon (Liverpool, Inglaterra)

 

Casa de John Lennon em Liverpool

A casa em que o cantor morou entre os 9 e os 22 anos | Foto por Jennifer Boyer (CC BY 2.0)

 

Os fãs mais fervorosos dos Beatles provavelmente reconhecem esse endereço em Liverpool: 251 Menlove Avenue. Conhecida como Mendips, essa é a casa em que John Lennon viveu durante a infância com tia Mimi, irmã de sua mãe. O local é especialmente emocionante, já que mantém muitos objetos originais e ainda oferece a possibilidade de conhecer o quarto de John.

 

A única maneira de conhecer a casa é por meio das visitas guiadas, organizadas pela National Trust. O tour, que inclui também visita à casa de Paul McCartney, dura cerca de 2h30, custa £23 e deve ser reservado pelo site ou por telefone.

 

Quem estiver em Liverpool poderá conferir a programação comemorativa da cidade para os próximos dias; veja aqui.

 

John Lennon Wall (Praga, República Tcheca)

 

Muro de John Lennon em Praga

O mural fica na Velkopřevorské náměsti, perto da Charles Bridge | Foto por Ian Britton (CC BY-NC 2.0)

 

Após a morte de Lennon, o rosto do cantor, acompanhado de trechos de canções suas e dos Beatles, foi grafitado nesse muro em Praga, na então Tchecoslováquia. Era época do regime comunista, e tal atitude era vista como “ataque subversivo contra o Estado”. A polícia bem que tentou inibir tal atitude ao pintar o muro de branco algumas vezes, mas, durante a madrugada, o espaço era novamente grafitado.

 

Após a queda do Comunismo, o muro tornou-se mundialmente conhecido pelas mensagens políticas e pelos grafites coloridos. Como constantemente ganha novos desenhos, é pouco provável que você, quando visitar o espaço, o veja da mesma maneira que está na foto. John Lennon nunca visitou Praga, mas provavelmente ficaria feliz com o uso que esse espaço ganhou ao longo dos anos.

 

The Dakota Building e Strawberry Fields (Nova York, Estados Unidos)

 

Mosaico em homenagem a John Lennon no Central Park, em Nova York

O mosaico em homenagem ao cantor no Central Park, em Nova York | Foto por Ed Yourdon (CC BY-NC-SA 2.0)

 

Foi na noite de 8 de dezembro de 1980, em frente ao prédio em que morava, o Dakota Building, que John Lennon foi assassinado. Após cinco tiros, disparados por Mark David Chapman, Lennon morreu assim que chegou ao hospital.

 

Em 1985, cinco anos após a sua morte, Lennon foi homenageado com um mosaico escrito “Imagine”, no Central Park, a pouco passos de sua antiga residência. Hoje, os dois pontos são marcos da cidade de Nova York e, embora tratem de uma parte profundamente triste da história de Lennon e dos Beatles, é profundamente significativo.