12 motivos para conhecer Ouro Preto

Vista de Ouro Preto | Foto por Wikimedia Commons

Vista de Ouro Preto por Morio via Wikimedia Commons

 

Por Luciana Ferreira

 

Ouro Preto é uma das cidades mais famosas de Minas Gerais, e isso se deve primordialmente à sua história e à sua arquitetura barroca. Tombada como Patrimônio Mundial da Humanidade, a cidade é pequena e fica a aproximadamente 96km da capital, Belo Horizonte, da qual se chega através das várias linhas de ônibus disponíveis.

 

Em locais destinados aos turistas, os preços são razoáveis, mas é possível encontrar opções mais em conta nos locais menos badalados. Ouro Preto possui vários hotéis e pousadas, e existem também hostels bem no centro da cidade; para os que não se incomodam em dividir o espaço, essa pode ser uma ótima opção.

 

Ouro Preto não é feita apenas de história e de arquitetura. Confira 12 razões para visitar Ouro Preto ao menos uma vez na vida:

 

1 – Festivais culturais e eventos

Ouro Preto respira arte o tempo todo: você pode estar subindo por uma das ladeiras e, de repente, encontrar um grupo de teatro fazendo alguma intervenção; um pintor em frente a uma igreja criando mais um de seus quadros; ou uma dupla que acabou de se conhecer improvisando com um berimbau e um violino. Além dessas peculiaridades que acontecem diariamente, diversos festivais tomam conta da cidade ao longo da cidade.

 

  • Cineop (maio/junho): festival de cinema onde se pode assistir a vários filmes dentro do cinema ou na Praça Tiradentes, assim como participar de várias oficinas relacionadas;
  • Festival de inverno (julho): você pode participar de diversas oficinas relacionadas às artes, além de assistir às mais diversas apresentações;
  • MIMO (agosto): festival que leva vários concertos e mostras de filmes ao grande público;
  • Festival Tudo é Jazz (geralmente em setembro): traz diversas bandas nacionais e internacionais; uma grande oportunidade para quem gosta do estilo;
  • Fórum das Letras (outubro/novembro): fórum destinado às discussões sobre a literatura com a presença de vários escritores nacionais e internacionais;
  • Festa do Doze (12 de outubro): festa em comemoração ao aniversário da Escola de Minas, quando se reúnem centenas de alunos e ex-alunos em repúblicas e no centro da cidade para comemorar.

 

Além destes eventos ainda acontecem congressos, mostras e atividades durante todo o ano, vale a pena se programar.

 

2 – Um dos Carnavais mais animados do Brasil

Rua Direita enfeitada para o carnaval

Rua Direita enfeitada para o carnaval | Foto Luciana Ferreira

 

Rua São José enfeitada para o carnaval

Rua São José enfeitada para o Carnaval | Foto Luciana Ferreira

 

O Carnaval de Ouro Preto é bem concorrido e as ruas da cidade ficam lotadas durante a semana. Existe o Espaço Folia, pertencente à Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), onde acontecem diversos shows com bandas brasileiras – mas para participar é preciso comprar o abadá.

 

As repúblicas (moradias estudantis) alugam suas dependências para os foliões. Também é possível andar pelas ruas lotadas e se divertir com as fantasias dos mais animados, assim como aproveitar as diversas atrações oferecidas pela cidade. Para quem gosta de Carnaval é uma ótima escolha!

 

3 – Encontros emocionantes dos congados

Grupo de congado

Grupo de congado | Foto Luciana Ferreira

 

Na semana do Dia de Reis, 6 de janeiro, vários grupos de congado (bailado dramático, com canto e música) do Brasil se reúnem em Ouro Preto e caminham pelas ladeiras até a Igreja de Santa Efigênia, cuja construção, segundo muitos, é atribuída a Chico Rei. Dizem que ele era rei na comunidade africana em que vivia, e aqui comprou a sua liberdade e a de outros escravos com o ouro que roubou, e depois retirou de sua própria mina, comprada posteriormente. Uma manifestação lindíssima de nossa cultura brasileira.

 

4 – Museus de diferentes assuntos

Museu da Inconfidê ncia por Valter Campanato/ABr - via Wikimedia Commons

Museu da Inconfidência | Foto Valter Campanato/ABr – via Wikimedia Commons

 

Para os que gostam de passeios culturais, a cidade conta com diversos museus das mais variadas temáticas. Vale a pena conferir alguns deles: Museu da Casa Guignard, Museu da Casa dos Contos, Museu da Inconfidência, Museu da Escola de Minas, Museu Aleijadinho, Museu do Oratório, Museu de Arte Sacra do Pilar, Museu da Pharmacia, Museu do Chá, dentre outros.

 

5 – Passeios ecológicos

Pico do Itacolomi se destaca na paisagem da cidade | Foto Osvaldo Vasconcelos (CC BY-SA 3.0)

Pico do Itacolomi se destaca na paisagem da cidade | Foto Osvaldo Vasconcelos (CC BY-SA 3.0)

 

Os aventureiros e admiradores da natureza também não ficarão desamparados em Ouro Preto. Para quem gosta de caminhada, um ótimo passeio é ir até o Pico do Itacolomi. Famoso por sua forma peculiar, o pico é formado por duas pedras de tamanhos diferentes, que teriam sido o marco de chegada dos bandeirantes na procura de ouro na região.

 

Há também o Parque da Cachoeira das Andorinhas, lugar de cachoeiras e rochas e dono de paisagem maravilhosa. Existe também a Estação Ecológica do Tripuí, onde pode ser encontrado o peripatus, espécie considerada um fóssil vivo, mais antigo que os dinossauros. Além destes locais, há vários distritos pertencentes a Ouro Preto onde se leva uma vida mais calma, rodeada pela natureza – o mais procurado é Lavras Novas, famoso pela sua paisagem exuberante.

 

6 – Arquitetura exuberante

Igreja Nossa Senhora do Pilar | Foto Claudio Tebaldi (CC BY-NC SA 2.0)

Matriz Nossa Senhora do Pilar | Foto Claudio Tebaldi (CC BY-NC SA 2.0)

 

Um dos principais motivos de tanta gente vir a Ouro Preto é a possibilidade de conhecer o maior conjunto arquitetônico do período barroco. Caminhar pelas ruelas é como voltar no tempo, sem contar as belíssimas igrejas, que são verdadeiras obras de arte. O destaque vai para a Matriz de Nossa Senhora do Pilar, a segunda mais rica em ouro do país, com cerca de 400kg em seu interior. Outra belíssima é a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, com a sua forma arredondada, diferenciada das demais.

 

7 – Minas antigas abertas à visitação

Há minas da época dos escravos, algumas descobertas há pouco tempo. Caminhando pelas ruas longe do centro, é possível ver inúmeros buracos que foram cavados na tentativa de se encontrar ouro. A mais famosa é a Mina de Chico Rei, que fica no bairro Antônio Dias. A Mina du Veloso, no bairro São Cristóvão é menos conhecida, mas também merece ser visitada.

 

8 – Passeio de Maria Fumaça até Mariana

Existe também a possibilidade de passear de trem no mesmo estilo que nossos antepassados, numa viagem até a cidade de Mariana. Na verdade, o trem não é puxado pela Maria Fumaça, mas por um vagão elétrico. Mas mesmo assim, vale a pena percorrer o mesmo trecho que era utilizado em outros tempos e apreciar a paisagem.

 

9 – Personagens peculiares e causos de assombração

Branquinha, a cadelinha adotada pela comunidade

Branquinha, cadelinha adotada pela comunidade | Foto Luciana Ferreira

 

Para quem gosta de conhecer pessoas e cultura, andar pelas ruas de Ouro Preto é um prato cheio. Você vai encontrar todo o tipo de gente, vindas de vários lugares. Como Ouro Preto é uma cidade universitária e sustentada basicamente pelo serviço público, turismo e mineradoras, a diversidade é visível.

 

Porém, entre o povo nativo (como eles mesmos se denominam), é possível encontrar personagens especialíssimos, e todos têm muita história para contar, principalmente causos de assombração. Até uma cadelinha se tornou um personagem importante: a Branquinha, cuidada pela comunidade até sua morte, em 2014.

 

10 – Clima romântico

O clima no inverno é especialmente romântico, frio e nebuloso. Ouro Preto também é chamada de Inglaterra brasileira. Imagine-se por essas ruas iluminadas, no frio do inverno, admirando a arquitetura com o seu amor, depois tomar um vinho ou um chocolate quente. Não há nada melhor!

 

11 – Semana Santa

Cruz enfeitada para mais uma festa

Cruz enfeitada para mais uma festa | Foto Luciana Ferreira

 

É uma das manifestações mais lindas que acontecem na cidade. Os moradores confeccionam tapetes coloridos nas ruas, durante a noite, para que a procissão passe no dia seguinte. As janelas são enfeitadas com as mais belas colchas e o clima religioso toma conta do ar. É uma das mais belas épocas para visitar Ouro Preto.

 

12 – Comida e hospitalidade mineira

Não há nada melhor que chegar a um local e ser recebido com aconchego e uma boa comida! Se você também concorda, Ouro Preto é o lugar que você precisa conhecer. Além de toda a sua história relacionada à Inconfidência Mineira e à escravidão, ainda há muito a oferecer para todos os gostos.  Aqui você encontrará comida mineira de primeira, um café com leite, uma broa com queijo e uma boa prosa. Com certeza vale a pena conhecer Ouro Preto!