10 motivos para conhecer a Bolívia

Por Wagner Flores

 

01. Lagos – Laguna Colorada

 

Lagos

 

Dentre os vários lagos localizados dentro da Reserva Nacional de Fauna Andina Eduardo Avaroa, a Laguna Colorada encanta com tamanha beleza. Há quem diga que é o lugar mais surrealista da Bolívia. Sua coloração incomum, principalmente no inverno, se deve a presença de pigmentos de algas minúsculas que servem de alimento aos flamingos, que estão na região praticamente o ano todo.

 

02. Salar de Uyuni

 

Salar Uyuni

 

Simplesmente é o maior deserto de sal do mundo. Tão impressionante quanto seu tamanho é sua beleza. Um dos principais destinos de quem vai ao país, o salar de Uyuni tem formas geométricas que aparecem no solo na época de seca e, nas chuvas, tem uma fina lamina de água, que forma um espelho maravilhoso onde o céu é refletido.

 

03. Cultura

 

Cultura

 

Uma extraordinária demonstração folclórica acontece todos os anos no mês de junho na cidade de La Paz, a Fiesta del Gran Poder. É considerada uma das maiores festas dos Andes, na qual dezenas de grupos folclóricos se apresentam com muita dança, música, cores – o povo é extremamente alegre, que se orgulha de desfilar ostentando luxuosas máscaras e fantasias.

 

04. Fauna

 

Fauna

 

Em uma extrema condição climática, principalmente devido à altitude, alguns animais se destacam no altiplano. Vicunhas, alpacas, a emblemática e famosa lhama, flamingos e o majestoso e mitológico condor são alguns representantes desta exuberante fauna andina.

 

05. Trekking

 

Trekking

 

Para quem gosta, a Bolívia é um país repleto de trilhas dos mais variados níveis de dificuldade, todas com lindas paisagens e cheias de surpresas pelo caminho. Desde as mais fáceis até as mais técnicas, uma variedade enorme de trilhas faz qualquer ser humano se vislumbrar perante a exuberante beleza natural que cerca o país.

 

06. La Paz

 

La Paz

 

Não existe maior prazer do que se perder pelas ruas desta cidade. Situada a 3600m acima do mar, La Paz é uma das cidades de maior altitude do mundo, o que deixa sua média anual de temperatura em torno dos 8ºC. Com um rico patrimônio cultural, desfrutar do agito urbano e dos museus é tarefa mais que obrigatória, além de ser ponto de partida para os principais pontos turísticos do país.

 

07. Titicaca

 

Titicaca

 

É o lago navegável mais alto do mundo, situado a uma altitude de 3800m acima do nível do mar e conta com várias ilhas de grande importância turística. A principal cidade do entorno do lago na Bolívia é Copacabana, aconchegante, pequena, com vários bares e restaurantes, muita música e uma gastronomia variada. Que tal saborear à noite uma trucha a la plancha ouvindo música regional?

 

08. Huayna Potosí

 

Huayna Potosí

 

Destino muito procurado pelos mais aventureiros, o Huayna Potosí é um pico cujo cume está a 6088m de atitude. De fácil ascensão, a escalada pode ser feita em dois ou três dias e, para tal, deve-se estar em boas condições físicas. Apesar de ser mais uma caminhada do que uma escalada, a altitude e o frio fazem muitas pessoas menos preparadas desistirem antes mesmo do meio do caminho.

 

09. Artesanato

 

Artesanato

 

De uma variedade incontável, o artesanato boliviano é rico em beleza e cores. Com um preço extremamente atrativo é tarefa quase impossível visitar o país e não comprar um souvenir. Incontáveis lojas e tendas invadem as ruas das cidades oferecendo desde as tradicionais toucas andinas a lindas cerâmicas, blusas, tapetes, instrumentos musicais típicos dentre muitas outras opções.

 

10. Civilizações antigas

 

Civilizações antigas

 

A Bolívia foi palco do desenvolvimento de importantes civilizações pré-colombianas. A mais famosa delas foi Tiwanaku, com seu sítio arqueológico localizado a pouco mais de 70km de La Paz. Outro local foi a famosa Isla del Sol, no lago Titicaca. No século 17 foi um dos pontos religiosos mais importantes dos Andes, reconhecido como local de criação do Sol e da Lua e, provavelmente, como berço da dinastia inca.



Wagner Flores

Wagner Flores, mineiro de Belo Horizonte, iniciou na fotografia em meados dos anos 80. Sua paixão por viagens e esportes o estimulava cada vez mais a desenvolver suas habilidades, mas foi no curso de Comunicação Social em que realmente começou a aprimorar sua técnica. Desde então tem feito da fotografia o seu trabalho, e das viagens seu prazer.

  1. Cíntia Palhares

    A Bolívia é inspiradora e me conquistou de tal maneira que é quase impossível não lembrar diariamente de seu povo, de suas cores, de suas paisagens desérticas totalmente reconfortantes. Viajar pela Bolívia é rumar a uma quietude interior, é perceber sua beleza sem usar os olhos, é simplesmente sentir. Parabéns pelo texto e pelas imagens. Beijos

    Responder
  2. Elaine

    Encantada com as belezas da Bolívia.
    Inspiração total em fazer como vocês com as andanças por ai…
    Abraço!

    Responder
  3. cynthia

    Hermosas las fotos, pero falta la parte Oriental de Bolivia, totalmente diferente: estancias jesuíticas, paraísos tropicales, abundante vegetación, pujanza económica, lugares turísticos (turismo aventura, turismo ecológico, turismo deportivo de adrenalina, turismo para relajarse y desconectarse de todo,…)para toda la familia

    Responder

Comentários

  • (will not be published)

* Comentários mediante moderação